Vazamento de leite materno: o que fazer?

O aleitamento materno é bastante prazeroso. Um momento de acolhimento, contato físico e muito amor! E, durante esse período, é bastante normal que os seios vazem leite, principalmente nos primeiros dias. Mas se ver com a blusa toda molhada na região dos seios pode ser constrangedor. “Este fato ocorre por volta de dois a três dias após o nascimento do bebê, podendo ser um pouquinho antes ou depois. O derramamento de leite neste período é normal, pois a sua produção é maior que a demanda do bebê”, explica a Assessora para Gestante, Aline Daniele Jafet.

Publicidade

De acordo com Aline, esse vazamento pode continuar nos próximos dias até que o organismo da mulher se adapte às necessidades do bebê através da sucção - quanto mais o peito é estimulado mais produz leite - e passe a produzir a quantidade adequada de leite materno. O gotejamento ou vazamento do leite também pode ser estimulado pelo choro do bebê, relação sexual e seios completamente cheios. É comum também ocorrer o vazamento nos horários próximos às mamadas e durante a amamentação, reflexo de ocitocina, quando a mãe está amamentando em um dos seios, o outro pode vazar leite.

Não dá para controlar o vazamento, mas dá para minimizar as consequências. Os absorventes para seios são uma ótima solução temporária, mas devem ser utilizados com cautela e trocados sempre que estiverem úmidos. “O mau uso do absorvente pode estar entre os potenciais fatores de risco para dor mamilar, mastite e candidíase mamária. Neste último caso, os absorventes reutilizáveis devem ser fervidos sempre que usados. Outro cuidado a ser tomado é umedecer o absorvente antes da sua retirada, no caso de ter aderido a pele por qualquer razão. É importante ressaltar que não é notado aumento de incidência de fissuras mamilares com o uso de absorvente”, informa.

Utilizando os absorventes para seios de maneira adequada você se sentirá mais segura, evitando possíveis constrangimentos. Amamentar é um ato de amor, pratique-o! Na dúvida busque informação e ajuda de um profissional especializado em aleitamento materno.

Que tal evitar episódios constrangedores?

• Ofereça o peito frequentemente ou ordenhe o leite para manter o seio livre de qualquer desconforto, como o ingurgitamento. O leite extraído pode ser armazenado para uso posterior do seu próprio bebê ou até para doação. Consulte as orientações da Rede Brasileira de Banco de Leite Humano para mais informações.

• Uma boa alternativa é usar blusas com cores que possam esconder um pouco a descarga involuntária de leite.

• Use absorventes de seios, produtos indicados para absorverem o excesso e vazamento constante de leite. São práticos e fáceis de encontrar.