Natação para bebês
Acha seu bebê pequenino demais para nadar? Porém, essa é a fase ideal para ele aprender. A Fisio Aquática disponibiliza a especialidade de Natação para Bebês e recomenda o bebê iniciar as aulas aos três meses de idade, desde que tenha a liberação médica. A professora da Fisio Aquática Clara Vitti Klein explica que quanto mais cedo o bebê inicia a prática, mais adaptado ele ficará na água, porque mais nítidas serão as lembranças de sua vida uterina (Reflexo de Mergulho), já que vivia em um ambiente aquático e aquecido.

Publicidade
A natação é importante para o desenvolvimento físico, para a formação cognitiva e afetivo-social da criança, desenvolvendo sua personalidade e inteligência. “A prática aprimora a coordenação motora e as noções de espaço e tempo, prepara o psicológico e neurológico para o autossalvamento, e aumenta a resistência cardiorrespiratória e muscular. Ajuda também a tranquilizar o sono, estimular o apetite, melhorar a memória, além de prevenir algumas doenças respiratórias,” ressalta.

As aulas de natação para bebês ocorrem de uma a três vezes por semana, conforme a necessidade a ser avaliada pelos professores, com duração de trinta minutos, acompanhados pela mãe ou pelo pai. “O importante é manter a rotina como dia da semana e horários, para o bebê ir se familiarizando com a ‘hora da natação’.”

Antes de matricular seu bebê, observe se a Natação para Bebês tem:

Estrutura: piscina coberta, aquecida, higienizada e tratada com ozônio, pois alguns bebês podem ser alérgicos ao cloro; e materiais para enriquecer as aulas, como boias, bolas, tapetes, plataformas, especialmente voltados para o trabalho lúdico.

Profissionais: formados em Educação Física, capacitados tecnicamente, pontuais, assíduos, criativos, pacientes e amorosos.