Suplementos nutricionais na gestação
Gestantes que se alimentam de forma adequada e evitam riscos tendem a ter menos complicações durante a gestação e o parto. “Uma dieta balanceada é um dos elementos mais importantes para se assegurar a saúde da mãe e do bebê”, afirma a nutricionista da Farmácia Artesanal, Dra. Alexandra de Oliveira Mello. Segundo ela, é preciso desmistificar a ideia de que a grávida deve “comer por dois”. “A alimentação deve mudar mais qualitativa do que quantitativamente”, alerta. A orientação é que caso não seja possível atingir toda a sua necessidade nutricional através da alimentação, a mamãe deve fazer uso de suplementos específicos, como:

Publicidade

 

Ácido fólico: é essencial na formação do sistema nervoso do feto. Recomenda-se que a suplementação comece um mês antes de engravidar e nos dois primeiros meses de gestação.

Ferro: são necessários 30 mg/dia para a produção de hemoglobina da mãe e do feto. Recomenda-se a suplementação de ferro durante o 2º e 3º trimestre de gravidez. Além disso, a mãe deve consumir alimentos ricos em vitamina C, como laranja, limão, goiaba, etc.

Cálcio: é um mineral importante para formação dos ossos do bebê. A ingestão diária de cálcio recomendada é 1000 mg/dia, o equivalente a três copos de leite de vaca (integral ou desnatado). A suplementação de cálcio só deve ser feita quando a ingestão de alimentos ricos em cálcio for insuficiente.

Omega-3: Descobriu-se que o omega-3 é essencial  para o desenvolvimento neonatal e congnitivo, pois aparece em quantidades elevadas na retina e no cérebro. Gestantes e nutrizes que não consomem peixes regularmente podem ser suplementadas.

Fibras: o aumento no consumo de fibras, acompanhado da ingestão adequada de água, ajuda a regularizar o intestino. Caso a mãe não consiga aumentar o consumo de fibras, ela pode utilizar suplementos.

A suplementação também pode ser necessária a gestantes vegetarianas ou com alguma restrição alimentar, as que carregam gêmeos, as fumantes e até mesmo as adolescentes grávidas. “Se você tiver dúvidas quanto à sua alimentação ou se encaixar em uma destas situações, converse com seu médico e nutricionista. Lembre-se também que mais não significa melhor, por isso evite tomar suplementos em excesso”, aconselha.