O que posso fazer ou não na gestação?
Você está grávida e muita coisa no seu organismo vai mudar. Diante de tantas transformações, é normal preocupar-se com o que se pode ou não fazer nesse período, já demonstrando o instinto de proteção materno. Afinal, você não quer que nenhuma atitude sua prejudique o pleno desenvolvimento do bebê que cresce na sua barriga. Para deixar tudo bem claro, o Manual da Mamãe convidou a ginecologista e obstetra Dra. Jordana Lobo para explicar o que é permitido ou não na gravidez. Confira.

Publicidade

Posso tingir o cabelo?

Não. Embora ainda não haja estudos que comprovem o dano real que as substâncias contidas em tintura ou alisamento, como amônia e formol, causam ao feto, esses produtos devem ser evitados durante toda a gravidez, já que podem ser absorvidos pelo couro cabeludo e entrarem na corrente sanguínea materna e, assim, afetarem o bebê. Já luzes poderão ser feitas a partir do segundo trimestre, pois não ocorre o contato do descolorante com o couro cabeludo.

Posso descolorir os pêlos do corpo?

No mesmo caso da tintura para cabelos, ainda faltam estudos científicos que comprovem o risco do descolorante para o corpo, sendo assim, o melhor é evitar. A pele é a maior superfície do nosso corpo e tem um poder de absorção muito grande, além do mais, o organismo está mais sensível e suscetível a alergias e irritações cutâneas. Mas, se não for possível, oriento a escolha de um produto livre de amônia, com o mínimo de exposição e somente após o primeiro trimestre da gestação.

Posso beber uma taça de champanhe ou vinho de vez em quando?

Não. O álcool é absolutamente contraindicado durante toda a gravidez. Não sabemos a dose segura para evitar a Síndrome Alcoólica Fetal, que afeta bebês de mães que consomem essa substância. Estudos recentes mostram que em países mais frios, onde as mulheres têm o hábito de tomar pequenas doses de bebidas alcoólicas, seus filhos, na adolescência, quando em contato com o álcool, abusam da bebida.

Posso continuar dirigindo?

O mais importante é saber como a gestante está, sendo assim, acredito que deve ser uma resposta individualizada, levando em conta sonolência, reflexos e desconforto abdominal, principalmente nos últimos meses. Em decorrência do aumento da atividade metabólica na gravidez é importante que a alimentação seja fracionada para que a gestante não apresente episódios de hipoglicemia, que quando surgem podem acarretar perda dos reflexos, da consciência e provocar acidentes. Assim, se for dirigir, evite ficar de estômago vazio.

Posso fazer carinho no meu bicho de estimação?

Se seu bichinho de estimação vai regularmente ao veterinário, não tem doenças transmissíveis a humanos e é bem cuidado, pode. Uma doença que causa muita preocupação é a toxoplasmose, que é transmitida aos humanos pelas fezes de gatos contaminados. Assim, a manipulação dessas fezes que contêm o parasita pode causar a doença àquelas pessoas que não foram expostas anteriormente. A gestante deve evitar limpar a caixa de areia do gato, mexer com jardinagem e lavar sempre as mãos após os carinhos com seu animal.

Posso tomar banhos de sol?

Sim. Tomar sol regularmente, de até 15 minutos, no começo da manhã e no final da tarde é bem-vindo, para que ocorra absorção de vitamina D pelo organismo, essencial para a saúde da mulher e do bebê. Já a exposição excessiva ao sol é maléfica e pode trazer prejuízos para gestante, pois nesta fase ocorre aumento do estrogênio e da melanina, tornando a pele mais sensível a manchas. Use sempre óculos escuros, chapéu e um bom protetor solar.

Posso usar sapato de salto?

Com a evolução da gravidez e a propulsão do abdômen para frente junto com o relaxamento dos ligamentos e das articulações, o centro de equilíbrio da gestante fica alterado, por esse motivo os saltos altos devem ser evitados, já que predispõe à queda, entorse e dor lombar. Reserve seu uso apenas para ocasiões especiais e não abuse do tamanho do salto.

Posso ingerir comida japonesa?

Pode. A comida japonesa pode ser consumida durante a gestação, mas é importante escolher bem o restaurante. Os alimentos devem ser frescos, bem-refrigerados e manipulados adequadamente. O grande risco é de intoxicação alimentar, principalmente por uma bactéria chamada Salmonela, que pode ser uma doença grave, que causa vômitos, dor abdominal, diarreia e febre. Mas ao contrário do que algumas pessoas imaginam, peixe cru não transmite toxoplasmose.

Posso passar qualquer hidratante no corpo?

Não. Os hidratantes são muito importantes para manter a pele bem-nutrida, porém é importante saber os componentes desses produtos antes de usá-los, pois alguns são proibidos na gestação. A ANVISA contraindica o uso de ureia acima de 3%, chumbo e cânfora, que podem atravessar a barreira placentária e atingir o bebê, ocasionando malformações, restrição do crescimento fetal e intoxicação materna. Prefira hidratantes mais naturais ou específicos para gestante.

Posso tomar remédios para aliviar desconfortos?

Pode. Alguns medicamentos são utilizados para alívio de desconfortos, como o paracetamol, que é liberado durante toda a gestação. Porém, a gestante não deve se automedicar, é necessário passar por uma avaliação médica antes de fazer uso de qualquer remédio. Atenção na utilização de medicação anti-inflamatória tipo creme ou gel, pois a pele absorve os princípios ativos desses, que podem causar graves danos ao bebê.

Posso pintar as unhas?

Existem poucos indícios de que as substâncias usadas em esmaltes possam acarretar algum dano ao feto, mas, mesmo assim, é recomendado um intervalo maior para fazer as unhas.
Esse conteúdo foi feito em parceria com

Amparo Maternidade


Conheça mais dele