A importância da água para a saúde
A água elimina impurezas, regula a temperatura e transporta nutrientes no organismo. Não há dúvidas da sua importância para a saúde, o que só reforça o fato de que é preciso ter certeza sobre a qualidade da água que usamos para beber, cozinhar e tomar banho. Você já pensou sobre isso? Dois dos grandes vilões são o cloro e o pH ácido, relacionados à obesidade e até ao câncer, como explica o cirurgião geral e estudioso das propriedades da água, Dr. Julio Bergmann.

Publicidade

Para evitar uma série de doenças causadas por bactérias presentes na água, ela recebe no tratamento da rede pública o gás cloro. Porém, ele reage com toda a matéria orgânica presente na água gerando organoclorados, que mimetizam hormônios, e por isso são responsáveis por uma série de doenças. Portanto, é de fundamental importância que eles sejam retirados antes de se consumir a água. Para isso, existem os purificadores.

A dica do Dr. Julio é observar se o seu purificador possui selo do INMETRO para verificar se de fato ele irá entregar uma água sem cloro, sem impurezas e sem bactérias. “O ideal é que o selo seja C1 (retenha mais que 75% do cloro), P1 (retenha as menores partículas) e seja bacteriologicamente aprovado. Se o seu purificador, além disso, produzir água alcalina seria fantástico”, orienta.

A água alcalina ionizada passa por um processo de purificação, em que são retirados impurezas e organoclorados da água e adicionados minerais alcalinos, transformando-a na água considerada ideal para o consumo, com pH entre 8 e 10. “Além de tomar uma água sem calorias e sem organoclorados você estará ingerindo um líquido alcalinizante, com poder de melhorar a capacidade dos ossos de fixar minerais, diminuir o estresse oxidativo, atenuando o risco de desenvolvimento de doenças relacionadas à síndrome metabólica, como diabetes, hipertensão, colesterol e obesidade”, analisa o Dr. Julio.

Fica o alerta do médico também quanto à ingestão de água mineral. A maioria das marcas é ácida ou tem excesso de sódio. Ainda, a embalagem plástica pode contaminar a água com ftalatos - um conjunto de substâncias capazes de tornar plásticos rígidos em plásticos maleáveis relacionado à desregulação hormonal e à diminuição da fertilidade masculina.

Banho

O cloro não é apenas prejudicial se ingerido. A inalação do gás durante o banho tem os mesmos prejuízos. “A inalação crônica do gás cloro pode piorar doenças respiratórias, como asma, além de aumentarem o risco de doenças relacionados aos organoclorados, como alguns tipos de câncer e ganho de peso. O ideal, portanto, é usar decloradores nos chuveiros “, aconselha.