Segredinhos para cortar o cabelo do seu filho
O primeiro corte de cabelo costuma causar grande expectativa: "Será que ele/ela vai se comportar bem?". Esse momento será muito prazeroso se você leva-lo a um salão especializado em cortes infantis, pois existe um ambiente especialmente preparado para receber esse público.São musicas e dvd's dos personagens que as crianças adoram, decoração com balões, cadeira adaptadas no formato de carrinho, brinquedos variados, sem falar na qualificação dos profissionais, muito atenciosos e pacientes! Sem contar que levando seu filho em um salão adulto corre-se o risco do corte não ficar bom e ainda traumatizar sua criança.

Publicidade

Os salões infantis são tão charmosos que viraram espaço de comemoração até de festas infantis, principalmente entre as meninas. As maiorzinhas podem fazer penteados super interessantes, como tereré, tranças, baby-liss e mechas coloridas. Podem ainda fazer escova, hidratação e unhas decoradas com desenhos. A verdade é que as crianças do século XXI vão ao cabeleireiro e decidem sozinhas como querem seus cabelos enquanto as mães apenas apanham. Mas qual o corte ideal?! A regra básica pra os cortes infantis deve ser, em primeiro lugar, a praticidade. Apesar de saberem o que querem, o corte precisa permitir que a criança lave a saia, sem precisar ficar arrumando ou secando no secador.

Para meninas: os cabelos médios são os melhores, pois são mais fáceis de se desembaraçar, podem ser presos para ir para escola ou na hora da brincadeira e quando quiser arrumar para uma festinha ou uma ocasião especial também ficam muito graciosos! Os cabelos lisos são mais versáteis  e fáceis de cuidar. Permitem diversos cortes, desde um chanel, até um com base reta e repicado nas pontas. Cortes muito repicados e desfiados devem ser evitados para a criança não ficar parecendo um adulto em versão miniatura.

Para os meninos: os bem curtinhos são mais indicados, apesar de que cabelos longos também tem sue charme, basta não deixar crescer demais... Pois cabelos longos precisam de cuidados para permanecer bonitos e criança normalmente não quer "perder" tempo arrumando os cabelos (principalmente os meninos).O corte tigela, só os mais novos aceitam. Os maiores detestam esse corte porque acham que tem  cara de criança.

Cabelos crespos: No caso dos enrolados deve-se evitar franjinha, que enrola muito e arrepia, necessitando de secador para ficar no lugar. O ideal é deixar os fios mais compridos, principalmente se forem bem cacheados. Se ficarem curtos, a tendência é armar. Também é aconselhável deixar secar ao natural e, se precisar secar com secador, deve-se usar o difusor, que seca e define os cachos, sem armar. Para os meninos, os super curtos são ideais.

Frequência: A frequência do corte em crianças deve ser a cada dois meses para as meninas e mensalmente para os meninos. Cabelo de criança cresce muito rápido e, se demorar muito pra cortar, a franja começa a atrapalhar e as pontas começam a embaraçar, dificultando o cuidado diário. Para saber quando está na hora de cortar, a dica da especialista é sempre se basear no comprimento da franja.

Hora do banho: O shampoo pra crianças dever ser neutro, de preferência de uma linha própria para pequenos. O condicionador não precisa ter muitas substâncias de tratamento dos fios, apenas condicionadores, que ajudam no desembaraço e mantêm os fios com sua hidratação natural. Os cabelos cacheados podem necessitar de mais hidratação, ,as normalmente nem eles precisam porque cabelo de criança é um cabelo novo e, consequentemente, saudável. Na hora de lavar, bata aplicar o shampoo uma vez, a não ser que os fios estejam muitos sujos. Também não há necessidade de se lavar todos os dias, já que as crianças não sofrem com a oleosidade.