Os desafios da adaptação escolar
Chegou o momento! Seu filho vai dar passos além de casa e dos arredores para aprender e ter contato com outras crianças na escola. A separação é difícil, claro. Mas a escolha da instituição de ensino pode fazer toda a diferença na adaptação, tanto do filho como dos pais, à nova realidade. Mas você sabe que critérios avaliar para decidir pela primeira escola do filho? Se você respondeu não, se sinta parte de um grupo. Uma quantidade incontável de papais e mamães pensam como você. Porém, existe um serviço gratuito que pode contribuir (e muito) para fazer a escolha certa. E tem apenas três letras: ANE.

Publicidade

“A Acreditação Nacional Escolar é específica para a educação, em especial a infantil, e tem abrangência nacional. Ela surgiu de um processo de quase três anos de muito trabalho de pesquisa e formação internacionais, que se originou da dificuldade pessoal dos pais fundadores em encontrar boas escolas para seus filhos e da experiência profissional deles em certificação de qualidade para empresas e hospitais”, explicam os diretores da ANE, Camilo Saraiva e Nicklas Fredriksson.

De acordo com os diretores, a ANE foi a realização do sonho de dar a outros pais a tranquilidade de um selo que avalia e acredita escolas infantis quanto à qualidade e segurança das estruturas e serviços, com a imparcialidade, a seriedade e a responsabilidade que este trabalho exige.

Para garantir a credibilidade da ANE, as escolas não podem simplesmente pedir o selo. O que elas podem fazer é solicitar a avaliação ANE, que é voluntária e periódica. A escola é então aferida e somente se cumprir todos os rigorosos padrões de qualidade e segurança recebe o selo, que deve ser renovado por nova avaliação, anualmente, para garantir a manutenção dos padrões. “Um extenso conjunto de padrões e critérios internacionais de qualidade e segurança são levados em conta na verificação, feita por avaliadores especializados durante o mínimo de três dias inteiros dentro da escola, dependendo do tamanho”, informam.

O trabalho é intenso e realizado com muita dedicação desde 2013. “O resultado é gratificante: quase 6 mil pessoas beneficiadas, apenas entre pais e crianças. Mas as escolas e seus profissionais também têm muitos benefícios em aprendizado e melhoria do trabalho”, destacam. Em 2015 foram 21 escolas avaliadas em seis estados. A meta é atingir de 30 a 40 novas escolas por ano.

Dados dos parceiros em outros países mostram que o objetivo é possível. A certificação nos Estados Unidos completou 30 anos de selo em 2015, com mais de 7 mil escolas acreditadas. Já na Suécia, praticamente todas as escolas públicas infantis do país estão acreditadas. A educação por lá é mais de 90% pública e de altíssima qualidade. “Busque uma escola acreditada pela ANE para o seu filho ou peça para a escola dele solicitar nossa avaliação!”