O melhor berçário para seu bebê
Chegou o fim da licença maternidade, e agora? É a hora de escolher um berçário para o bebê. Momento difícil para as mamães, pois, além de ter de se separar dos filhos, ainda se preocupam em encontrar o lugar certo. E a escolha desse local deve ser feita com muito cuidado e tranquilidade. Afinal, seu bebê passará várias horas do dia por lá. E, por isso, os pais precisam estar atentos aos seguintes aspectos: infraestrutura; profissionais capacitados; segurança; alimentação; higiene e proposta pedagógica. Além disso, é importante verificar se a instituição funciona de acordo com o regulamento municipal, inclusive se a quantidade de prestadores de serviços para a criança é suficiente.

Publicidade

 

Infraestrutura

É fundamental observar se o local apresenta boas condições. Precisa ser arejado, higienizado e com iluminação natural. Aconselha-se também ter área verde para brincadeiras, banho de sol, além do livre acesso aos pais.

 

Profissionais capacitados

É necessário que o berçário tenha pedagoga, monitoras infantis, enfermeira, psicólogo e nutricionista. O número ideal de crianças por funcionário é de três crianças para cada monitor. Em caso de urgência médica é importante a presença de uma enfermeira no berçário. E a instituição precisa contar com psicólogo, pois é um apoio fundamental para as crianças e pais. Verifique também a estabilidade e permanência dos profissionais.

 

Segurança

O berçário precisa dispor de sistema de segurança, com câmeras de vídeo em todos os ambientes e UTI móvel. Os brinquedos devem ser obrigatoriamente apropriados à idade da criança. Além disso, tomadas, portas, janelas, gavetas e mesas tem de estar devidamente protegidos. Controle de entrada e saída de crianças e funcionários é fundamental.

 

Alimentação

Outro aspecto importante é a alimentação. O cardápio deve ser elaborado por uma nutricionista e os pais precisam saber quantas refeições são servidas por dia. É bom visitar a cozinha e ver a qualidade dos alimentos e limpeza. O desenvolvimento da criança necessita ser acompanhado mês a mês. Caso haja alterações nutricionais, os pais devem ser informados.

 

Higiene

Além da higienização do local, dos quartos e dos móveis, os pais precisam se atentar também sobre como é feita a higiene do bebê: a troca de fralda, a hora do banho, etc. A separação dos objetos pessoais de cada bebê é outro ponto que merece ser examinado.

 

Proposta pedagógica

A proposta pedagógica precisa ser observada, pois é essencial que os bebês sejam estimulados de forma lúdica, com muito carinho e afeto. Os pais devem visitar os berçários em horários diversificados, para observarem a atuação dos profissionais e o comportamento das crianças, inclusive, se elas choram muito.

 

Fique atento!

Todos esses aspectos são essenciais no momento de escolher o berçário. Muita calma para optar pelo certo. E procure um mais perto do seu trabalho. Lembrando que a adaptação é diária e gradual. A empatia e a confiança crescem diariamente e bons profissionais proporcionam segurança tanto às crianças quanto aos pais. Portanto, se a escolha for certa, o bebê terá dois lares, pois irão se sentir em casa e os pais, despreocupados e felizes, certos de que o seu tesouro insubstituível está em boas mãos enquanto eles se esforçam para oferecer ao filho o melhor.

 

Boa sorte na escolha!