Acne na gravidez: como cuidar?
Apesar de haver uma hiperatividade das glândulas sebáceas na gestação, o surgimento de acne no período tem causa multifatorial, ou seja, um conjunto de aspectos hereditários, genéticos e hormonais é que determinam a predisposição da mulher a apresentá-la. Ainda assim, a gangorra hormonal está entre os principais culpados por um rosto cheio de espinhas. Os níveis de estrógeno e progesterona aumentam no decorrer dos nove meses, atingindo níveis 10 e 30 vezes maiores, respectivamente.

Publicidade

Entre outros efeitos e com associações a mais fatores isso pode deixar a pele mais oleosa, fazendo com que surjam os tais pontinhos indesejados, principalmente, na face, no pescoço e no tronco (colo e dorso), que são as regiões com maiores glândulas sebáceas. Uma das maiores dúvidas que pairam sobre a cabeça das grávidas é o que ela pode ou não fazer nesse período. Por ser uma fase delicada, alguns produtos são realmente proibidos, mas é possível, sim, cuidar da sua pele de forma efetiva e sem perigo para o bebê.

O dermatologista é o profissional indicado para lhe orientar nesse período. “Hoje existem tratamentos extremamente seguros para gestantes e a busca de ajuda especializada pode deixar a futura mamãe ainda mais linda nesse que sem dúvida é o melhor momento da vida de nós mulheres”, aconselha a dermatologista Dra. Karine Mansur. O excesso de oleosidade é mais comum no final da gestação, mas desde o começo da gravidez é importante tomar alguns cuidados, ressalta a Dra. Karine Mansur:

  • Não durma de maquiagem, faça uma boa limpeza da pele antes de dormir, isso evita o fechamento dos poros e futuras espinhas.
  • Evite espremer os cravos e espinhas, isso só agrava o problema e pode deixar cicatrizes.
  • Faça limpeza de pele uma vez por mês com profissional capacitado (mas fique atenta aos produtos utilizados por ela e aparelhos de estimulação elétrica, que são contraindicados na gravidez).
  • Faça limpeza da pele regularmente com produtos sem óleo (oil free) e indicados pelo seu médico.
  • Lave o rosto três vezes ao dia, mais do que isso pode aumentar a produção do sebo e piorar o quadro.