Os primeiros passos do bebê
O primeiro sorriso, a primeira piscadinha, a primeira palavra pronunciada, o primeiro passinho... Cada aprendizado do bebê é um momento gratificante para os pais. Uma verdadeira vitória. E ver o filho aprender a andar é um momento em que os pais aguardam com ansiedade. Normalmente, a partir dos oito meses, a criança começa a ficar de pé sozinha, se apoiando nos móveis. Algumas, com 10 meses, começa a andar sem auxílio. Outras, demoram um pouco mais. Mas não se desespere, caso seu filho já tenha feito um ano de idade e ainda não esteja andando. Até os 18 meses, isso é bastante normal. A partir daí, se o bebê não andar, é necesário procurar atendimento médico para uma avaliação da criança.

Publicidade

Para estimular a criança a dar seus primeiros passinhos, os pais tem papel importante. Devem adotar algumas medidas que aumentam a confiança e coordenação motoro do pequeno. Veja quais são elas:

Não utilize o andador

Está enganado quem pensa que o andador é bom para o bebê. Pelo contrário. O acessório pode prejudicar o desenvolvimento da criança e a habilidade dela de se equilibrar. O andador permite que a criança se locomova com facilidade impedindo que ela ande de maneira correta. A criança tende a usar as pontas dos pés para se locomover, prejudicando todo o desenvolvimento da coordenação. Além disso, é necessário muita atenção ao bebê que está no andador para evitar que ele vire em degraus ou obstáculos no chão e acabe virando ou machucando o bebê.

Deixe o bebê descalço

Deixa a criança com os pés descalços. O contato com o chão é muito importante para a criança formar a curvatura natural da planta dos pés e desenvolver a percepção do próprio corpo nos ambientes onde pisa.

Ensine seu filho a agachar e levantar

Por volta dos 8, 9 meses, a maioria dos bebês conseguem ficar de pé apoiando em algum móvel ou parede, mas a musculatura e o sistema nervoso ainda precisam de estímulos. E como as crianças tentam imitar tudo o que vêem, o ideal é que os pais mostrem para eles como agachar e levantar, fazendo os movimentos para que eles copiem.

Brinque com o bebê

Os pais precisam brincar com o bebê desde cedo para incentivá-lo a se movimentar o máximo possível. Brincar de jogar bolinhas, rolar no colchão, engatinhar, abaixar e levantar, apoiar as mãos na parede... todas essas brincadeiras estimulam o bebê que vai querer sempre fazer o que os pais estão fazendo.

Chame o seu filho

Distanciar-se da criança e chamá-la até você é uma ótima maneira de estimulá-la a andar, pois o bebê sempre vai tentar chegar até os pais. Mesmo que no início o bebê vá engatinhando, aos poucos, ele começará a tentar alguns passinhos. E se ele estiver com preguiça, pegue um brinquedo e mostre para ele, como se fosse uma recompensa. Ele se sentirá mais interessado ainda a caminhar até lá. Fazer essa brincadeira com frequência é uma ótima forma de incentivá-lo a andar.