Jovem com tumor terminal escreve cartas para filha ler após sua morte
A inglesa Sophie George, 27 anos, mãe de Marcie, 1 ano, descobriu em fevereiro deste ano que tinha um tumor cerebral em estágio quatro e que lhe restavam apenas 18 meses de vida. Essa notícia foi um choque para ela e para toda a família. Desde então, Sophie tem escrito cartas para serem entregues a filha em determinados momentos de sua trajetória como o primeiro dia de aula, a primeira decepção amorosa, o casamento, o primeiro bebê e todos os aniversários.

Publicidade

Segundo Sophie, sua maior dor é não poder acompanhar o crescimento da filha. "Eu fico com medo todos os dias quando penso que não irei acompanhar o crescimento da minha filha", disse em entrevista ao The Sun. Sophie quer aproveitar todos os momentos que lhe restam. Um dia após receber o diagnóstico do tumor, ela propôs a Jay que se casassem para oficializar a união. O casal quer criar recordações especiais para a filha Marcie.

Sophie conta ainda que está focando seu tempo em coisas boas como o casamento e viagens, por exemplo. Ela levará a filha para a Disney!

A descoberta do tumor

Em janeiro deste ano, Sophie começou a sentir fortes dores de cabeça. Acordava de madrugada com muita dor e tomava analgésicos, que não estavam aliviando a dor. Isso continuou por três semanas. Ela, então, foi ao pronto-socorro e pediu uma tomografia, mas os médicos não acreditaram que seriam necessário e receitaram mais analgésicos. Três dias depois, Sophia não conseguia enxergar ou falar. Voltou para o hospital e fez uma ressonância magnética que revelou um tumor de 4,5cm no lado esquerdo do lóbulo frontal.

Sophie precisou fazer uma cirurgia de seis horas para remover 90% do tumor, o restante seria destruído com a quimioterapia e radioterapia. Ela acreditava que ficaria tudo bem.

Desesperada, Sophie chorou por 10 dias esperando oresultado da biópsia. Quando ela recebeu o telefonema do hospital pedindo que ela fosse até o consultório do médico, ela teve esperança de que não seria um tumor maligno.

Ao chegar ao hospital, eles explicaram para ela que seu tumor era de estágio quatro, portanto, incurável. Disseram ainda que sua expectativa de vida era de 18 meses. "Eu estava com os meus pais, meu marido e os pais dele e todos começaram a chorar. Foi devastador", disse.

Os médicos ainda explicaram que quando ela estiver próxima do fim começará a perder a memória. No momento, Sophie está fazendo radioterapia para tentar prolongar sua vida.

Confira a carta que Sophie escreveu para o primeiro dia de aula da filha:

"Querida Marcie. Hoje é o seu primeiro dia de aula, e por mais que eu não esteja com você para segurar sua mão e te dar um beijo de despedida no momento que você for entrar em sua classe, eu estarei tomando conta de você, te mantendo segura. Papai deixou um lenço em sua lancheira com o cheiro da mamãe. Se você estiver com medo, apenas cheire ele para lembrar-se que tudo ficará bem. Algumas crianças podem não ser tão legais com você, e isso pode te deixar triste, mas não dê muita importância, porque a mamãe sempre amará você".

 

Leia Mais: Brinquedo de filho de Sandy gera polêmica em rede social

Leia Mais: O passo a passo para uma festa de aniversário perfeita!

Leia Mais: Bella Falconi dá à luz sua segunda filha: “Fraca eu? Jamais.”