Igreja faz vigília há 6 dias para ressuscitar filha de cantora gospel
O casal norte-americano Kalley e Andrew Heiligenthal, membros da Bethel Church, igreja com sede na cidade de Redding, na Califórnia, iniciou, no último sábado (14) uma rede de orações mundial  para tentar ressuscitar sua filha de dois anos, Olive Alayne.

Publicidade

Segundo a postagem da mãe, a garotinha parou de respirar e foi declarada morta pelos médicos no sábado, mas seus pais e os fiéis da Bethel acreditam que, assim como Jesus Cristo, Olive poderá ressuscitar por meio das orações. Kalley, que é cantora gospel e integrante da Bethel Music (banda que também leva o nome do selo musical da igreja californiana), iniciou a campanha #WakeUpOlive (#AcordeOlive) por meio de um post no Instagram.

“Estamos pedindo oração. Acreditamos em um Jesus que morreu e derrotou conclusivamente todas as sepulturas, segurando as chaves do poder da ressurreição”, disse a cantora gospel nas redes sociais.

Ela pediu que a igreja do mundo todo ore por sua filha, pois ela acredita que o tempo de Olive morrer ainda não chegou.

https://www.instagram.com/p/B6GSfYoF3dP/

Os pais da menina comandam do palco as sessões de oração, algumas delas registradas de perto pela cantora gospel brasileira Luma Elpidio, que tem postado tudo em seu perfil no Instagram desde que a notícia da morte de Olive foi divulgada por sua mãe. Confira:

https://www.instagram.com/p/B6Na1HFng7s/

Contestações e críticas

Apesar da sede da igreja, na Califórnia, estar lotada de fiéis, muita gente contesta a falta de informações sobre a morte de Olive. Não foram apresentados laudos médicos. O ato também tem gerado muitas críticas aos pais, pelo fato da menina não ter tido ainda um funeral e enterro digno.