Devido a coronavírus, mães conhecem bebês mais de 10 dias após nascimento
Yanira Soriano, 36 anos, só pode conhecer o filho, Walter, 11 dias após seu nascimento. Ela estava em coma induzido durante a cesária de emergência realizada depois de ser internada com complicações devido ao coronavírus, em um hospital de Nova York. Algo quase igual aconteceu com outra mãe americana, de Washington, que conheceu sua bebê 14 dias após o nascimento dela. Ela também esteve em coma induzido por causa da Covid-19.

Publicidade

O primeiro encontro entre Yanira e Walter ocorreu cercado de aplausos dos funcionários do Hospital Southside, onde Yanira Soriano ficou internada. Veja vídeo:

https://twitter.com/ABC/status/1250645360445399041?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1250645360445399041&ref_url=https%3A%2F%2Frevistacrescer.globo.com%2FCriancas%2FSaude%2Fnoticia%2F2020%2F04%2Fmae-conhece-filho-11-dias-apos-dar-luz-internada-por-coronavirus.html

O pequeno Walter, que nasceu prematuro, foi transferido para um hospital infantil depois de nascer, mas teve alta nesta semana e passa bem.

Outro caso

Angela Primachenko, de 27 anos, também entrou em coma induzido por causa da Covid-19 quando estava grávida de 34 semanas. Quando acordou, sua filha já tinha cinco dias de idade.

Mas foi preciso que a jovem esperasse que os resultados de novos testes para o vírus dessem negativos para que ela pudesse segurar a bebê pela primeira vez. E isso aconteceu na última quarta-feira, 14 dias após o nascimento da filha.

"Chorando agora! Estou livre da Covid-19! E segurando minha menina em minhas mãos!", escreveu Angela ao publicar um clique com a filha no colo em seu perfil no Instagram.

https://www.instagram.com/p/B_BQCpnnF5m/?utm_source=ig_embed

Angela Primachenko foi internada na unidade de terapia intensiva no dia 26 de março. Três dias depois, a jovem precisou da ajuda de um ventilador para respirar.

Como contou em relato no Instagram, Primachenko passou 17 dias no hospital, sendo dez deles entubada. O parto da pequena Ava foi feito no dia 1º de abril.

A jovem teve alta e foi para casa com o marido e a filha Emily, de 11 meses, enquanto a recém-nascida continuou internada. Segundo Angela Primachenko, Ava deve receber alta ainda nesta semana.