Quando o bebê reconhece o próprio nome?

Você tem o hábito de chamar seu bebê pelo nome? Ele já reage te procurando? É consenso na literatura médica que os bebês aprendem o próprio nome entre o sexto e nono mês de vida. Mas há publicações que apontam que esse reconhecimento pode acontecer antes, entre quatro e cinco meses de idade.

O bebê dá sinais claros de que reconhece que está sendo chamado pelo nome. Inicialmente a criança vira-se quando chamada. Posteriormente, ela faz contato visual, sorri, balbucia ou até mesmo dirige-se à pessoa que a está chamando.

Para estimular que esse processo ocorra dentro do período esperado, os pais devem conversar com frequência com os filhos, citando seu nome, e terem cuidado com o excesso de apelidos nesta fase. O mesmo vale para quando os adultos chamam os pequenos apenas de ‘meu bebê'.

Outra ideia é usar recursos visuais para estimular o reconhecimento do próprio nome, como mostrar uma foto do pequeno para ele e reforçar como ele é chamado por meio dela.

Alerta
Com a preocupação de que o desenvolvimento do bebê não esteja dentro do esperado, pais podem ficar preocupados caso o filho não responda a todas as vezes que é chamado pelo nome. Entretanto, isso é normal quando ele está concentrado em algo, como um desenho ou uma brincadeira nova.

Por isso, deve ser avaliado o percentual de oportunidades, ou seja, o número de vezes que chamamos esta criança e a quantidade que ela corresponde. Uma orientação é chamar o bebê por dez vezes, em momentos variados do dia, e anotar quantas ele olha para os pais. A literatura mostra que de 75% a 85% das vezes, a criança busca quem a está chamando.

Caso os adultos façam esse acompanhamento e percebam que o retorno dos pequenos está muito menor do que o esperado, é fundamental buscar por ajuda especializada para que se tenha uma análise da situação e o profissional possa descartar algum transtorno ligado ao não discernimento da própria identidade.

Publicidade

 

Para mais conteúdo, siga o Manual da Mamãe no Instagram @manualdamamae 

Acesse também nossa página no Youtube: youtube.com/manualdamamae 

Você pode contar também com o curso Estou Grávida, e Agora? São videoaulas para acabar com todas as inseguranças da gestação e dos primeiros cuidados com o bebê. Saiba mais em: www.manualdamamaeip.com