Por que cuidar bem dos dentes de leite?

Você sabia que a formação dos dentes decíduos, os chamados “dentes de leite”, inicia-se na vida intrauterina, na sexta semana de gestação? Por volta de 3 anos de idade a dentição decídua está completa, lembrando que o primeiro dentinho a nascer é o incisivo central inferior, por volta dos 6 meses de idade, podendo haver variações tanto em relação ao dente quanto à idade. As informações são da odontopediatra Dra. Sílvia Helena Spechoto, que também faz um alerta:

Publicidade

“Os cuidados com a saúde dos primeiros dentinhos devem estar presentes já na gravidez, por meio de uma dieta rica em cálcio da futura mamãe.” De acordo com a especialista, a saúde dos primeiros dentinhos deve existir desde sua formação, pois eles têm importantes funções na vida da criança:

• O desenvolvimento da face e dos maxilares, por exemplo, depende do bom desenvolvimento e posicionamento dos dentes decíduos;

• A mastigação é uma das principais funções dos dentes. Caso a criança não tenha dentes saudáveis, a mastigação fica comprometida e não ocorre de forma adequada, a fim de que o organismo possa absorver de maneira ideal os nutrientes dos alimentos;

• A manutenção do espaço para os dentes permanentes é uma outra função dos dentes decíduos, já que no lugar de cada um deles irá nascer um dente permanente de acordo com a idade;

• A fala da criança pode ficar alterada pelo mau posicionamento ou ausência dos dentes, pois é o conjunto língua, dentes e demais estruturas bucais que proporcionam a pronúncia correta das palavras;

• A estética, quando comprometida pela cárie, interfere no estado emocional da criança que, por vergonha, passa a não sorrir, a não querer mais conviver com os coleguinhas, mudando realmente de comportamento.

É importante dizer que se essa primeira dentição se mantiver saudável, ela criará um ambiente ideal para a segunda dentição, os dentes permanentes. Por isso, os cuidados com os dentes decíduos devem ser os mesmos que temos com os dentes permanentes: manter uma dieta pobre em açúcar, cuidar da higienização pela escovação e fio dental e procurar os cuidados de um odontopediatra.

Esse conteúdo foi feito em parceria com

Dra. Sílvia Helena Spechoto


Conheça mais dele