Higienização bucal do bebê
Engana-se a mamãe que pensa que deve se preocupar com a higiene bucal do bebê somente quando os primeiros dentinhos nascerem. Os cuidados com a limpeza da boca do bebê devem começar desde o nascimento. “Antes mesmo dos dentinhos nascerem, a limpeza deve ser feita. Os cuidados com higiene bucal do bebê são essenciais para evitar doenças, como a cárie de mamadeira, por exemplo. Além disso, a saúde dos dentes de leite motiva a saúde dos permanentes”, explica a odontopediatra Dra. Renata Pinheiro.

Publicidade

Confira com a Dra. Renata como deve ser feita a higienização bucal do bebê:

Antes dos dentinhos nascerem: a higienização deve ser feita com o dedo indicador envolvido em gaze ou fralda umedecida em água filtrada ou fervida. Deve-se limpar a gengiva e toda a mucosa e língua.

Com a erupção do primeiro dentinho: a higienização pode ser feita ainda usando gaze ou fralda embebida em água, atentando-se para a higienização do dente irrompido, esfregando muito bem a sua superfície com movimentos de “varrer” o dentinho.

Com a presença de dois ou mais dentinhos: há a necessidade da utilização das escovas dentais infantis extramacias, com movimentos circulares ou de “varrer” por todas as superfícies. Nesse momento, deve-se começar o uso do fio dental. Mesmo que a criança só tenha dois dentinhos, se eles se tocarem, o fio dental é fundamental. A mãe deve estar atenta a escovas dentais pequenas, pois quanto menor a cabeça da escova, mais fácil será a escovação.

Com a dentição completa: nessa fase, é essencial o uso de creme dental fluoretado, fio dental e escova de dente infantil extramacia, adequada para cada tipo de arcada dentária. Existem inúmeras marcas e modelos no mercado e cada criança precisa de um tipo específico. Por isso, procure o odontopediatra para saber qual a melhor escova e qual a melhor técnica de escovação para o seu filho.

Veja as dicas

• Transforme a escovação em uma gostosa brincadeira! Use musiquinhas e técnicas lúdicas para encantar as crianças e facilitar esse momento;

• Quanto mais cedo iniciar a manipulação da boca, mais cedo a criança acostuma com a higienização;

• Escove sempre na mesma hora e local. Isso facilita a escovação se tornar um hábito saudável;

• Cuidado com técnicas agressivas, pois escovação associada à dor, jamais será bem-aceita pelas crianças