Quais as indicações do laser no cuidado com a saúde íntima?
Tratamentos a laser são cada vez mais comuns em diversas áreas da medicina, da estética à saúde íntima. Nesse último caso, por exemplo, têm tido alta taxa de sucesso e satisfação entre as mulheres, pois é indicado para graus leves a moderados de incontinência urinária, atrofia genital, ressecamento vaginal, além de rejuvenescimento íntimo. Trata-se de um procedimento de baixa incidência de complicações, indolor para a maioria, e realizado em ambiente de consultório, dispensando internação ou anestesia. A ginecologista e obstetra da Ela Laser, Dra. Roberta Roriz, explica quais são as principais indicações para o laser na região genital:

Publicidade

Atrofia vulvovaginal

A atrofia vulvovaginal ocorre quando os tecidos vulvovaginais tornam-se finos, delgados e frágeis. Isso causa desconforto, dor na relação sexual e problemas secundários, como infecção urinária de repetição.

Ressecamento vaginal

O ressecamento vaginal é outro transtorno muito comum entre as mulheres, principalmente quando os hormônios femininos se esgotam definitivamente como na menopausa, nos distúrbios de tireoide ou de forma temporária durante o período pós-parto e de lactação e tratamentos quimioterápicos. A terapia a laser pode então ser indicada isolada ou associada a medicamentos intravaginais.

Incontinência urinária

A incontinência urinária também acomete algumas mulheres e possui múltiplas causas. Se constatado problema neurológico, a chamada bexiga hiperativa, o tratamento é clínico, com medicamentos. Por outro lado, existe a perda de urina por motivos anatômicos, como lesão de tecidos de sustentação consequentes da falta de hormônios, traumas, partos, múltiplas gestações etc. Nesse caso o tratamento será cirúrgico. Porém, existe ainda uma terceira possibilidade que estimula o colágeno ao redor da uretra e nos pilares da bexiga. Nesse último, o laser entra como excelente coadjuvante e soma-se às técnicas cirúrgicas consagradas para aumentar sua eficiência.

Alargamento vaginal

O laser atua também no rejuvenescimento íntimo, muito procurado por pacientes entre 30 e 40 anos que sofrem com o alargamento vaginal, que impede que a mulher tenha um relacionamento sexual prazeroso e pode ocorrer em decorrência de um parto vaginal ou ainda em mulheres que perderam peso repentinamente com a cirurgia bariátrica, por exemplo.