5 motivos para praticar Pilates na gestação
Antes mesmo de engravidar, muitas mulheres já ouviram falar que o Pilates é uma das atividades físicas mais indicadas para as gestantes. Mas por quê? Com a ajuda da fisioterapeuta Dra. Cristina Neves, especialista na área há mais de 15 anos, o Manual da Mamãe elencou 5 razões pelas quais é importante praticar Pilates na gestação. Confira:

Publicidade

1) Ativação da musculatura do abdômen. Além de trabalhar os músculos abdominais superficiais, o Pilates também ativa um músculo mais profundo chamado de transverso do abdômen.

2) Trabalha a respiração. Por meio do Pilates é possível: a otimização de padrões respiratórios, melhorando a sensação de cansaço; a ativação de músculos do tronco e abdômen, que trabalham quando respiramos profundamente.

3) Fortalece o assoalho pélvico. Um assoalho pélvico fortalecido melhora a capacidade de estirar e relaxar com mais facilidade durante o parto, melhora a circulação para a região pélvica, promove a rápida recuperação e cicatrização, auxilia na reconquista de boa qualidade muscular após o parto, previne incontinência urinária por esforço, apoia os órgãos da pelve, previne o mau alinhamento das articulações do quadril e sacroilíacas e promove a estabilidade da musculatura postural.

4) Melhora a postura. Com a prática assídua do Pilates, os músculos responsáveis pela postura são ativados por meio de um trabalho de reeducação de movimento e isso ajuda a amenizar os quadros de dor.

5) Prepara para o parto. A interação entre o corpo e a mente durante a prática do método conscientiza a gestante sobre as modificações fisiológicas e psicológicas dando um maior suporte para o parto.

Diferenciais Studio Trapézio Pilates

• Profissional especialista na área;

• Adaptação do método para gestantes, pois sem modificações ele é contraindicado;

• Turmas exclusivas para gestantes, pois acreditamos que grávidas não podem ser tratadas como não gestantes (são populações completamente diferentes).