O que fazer em caso de choque elétrico com crianças?

Nem sempre os pais conseguem manter as crianças sob supervisão, ainda mais agora que muitos estão em home office ao mesmo tempo que precisam acompanhar as atividades realizadas pelos pequenos que ainda estão sem ir para a escola por causa da pandemia. É aí que mora o perigo, pois elas podem mexer em um aparelho elétrico que está em funcionamento ou em uma tomada.

Em caso de choque elétrico, os pais devem prestar o socorro com segurança, para evitar que se tornem também uma vítima. A primeira medida é interromper o contato com a corrente de eletricidade.

Desligue a chave geral ou o disjuntor ou retire o fio da tomada, dependendo do que está ocorrendo. Se não for possível, remova o fio que está em contato com a criança, utilizando um objeto seco e não condutor, como um pedaço de madeira ou algo feito de borracha, uma corda ou ferramenta que esteja isolada. Já as mãos devem estar enroladas em um tecido grosso.

Em seguida, avalie se a criança está respirando, com pulso, batimentos cardíacos e respondendo ao chamado. Se for necessário, inicie as manobras de ressuscitação e chame o serviço de emergência ou o corpo de bombeiros.

Consequências
As queimaduras são os tipos mais frequentes de lesões decorrentes de choque elétrico e podem afetar todo o corpo, desde o lábio inferior, a língua e as mãos até os músculos e ossos, ocasionando dores, rupturas musculares, fraturas e luxações. Já nos olhos, se atingidos, pode surgir catarata no futuro.

O choque elétrico também pode lesar gravemente o coração e os pulmões. Desencadeia arritmias e infarto, além de pneumonia por aspiração e lesões pulmonares pelo calor, com insuficiência respiratória grave. Além de complicações neurológicas, como agitação, perda de consciência, dor de cabeça, perda de memória, déficits motores ou sensoriais, convulsões e vasculares, como hemorragia na área queimada, trombose e inflamação dos vasos.

Como prevenir
• Nunca deixe as crianças brincar com tomadas, que devem ser cobertas com protetores;
• Oriente e vigie para que não coloquem talheres ou outros objetos de metal nas tomadas e nos equipamentos elétricos;
• Mantenha os filhos em outro ambiente enquanto estiver passando roupa;
• Desligue os eletrodomésticos das tomadas após sua utilização, com os fios enrolados e presos atrás deles;
• Guarde fios elétricos atrás de móveis ou embaixo de tapetes; • Nunca coloque aparelhos elétricos perto de locais com água;
• Verifique o estado da rede elétrica rotineiramente;
• Brinquedos ligados em tomadas ou com elementos que produzem calor não são recomendados para crianças de menores de 8 anos; • Impeça de brincar, empinar pipa, jogar bola junto à rede elétrica, ou em cima da laje ou na varanda descoberta das casas.

Publicidade

 

Para mais conteúdo, siga o Manual da Mamãe no Instagram @manualdamamae 

Acesse também nossa página no Youtube: youtube.com/manualdamamae 

Você pode contar também com o curso Estou Grávida, e Agora? São videoaulas para acabar com todas as inseguranças da gestação e dos primeiros cuidados com o bebê. Saiba mais em: www.manualdamamaeip.com