Por que comprar em um brechó?
Peças de marcas renomadas - algumas só vendidas no exterior - em ótimo estado e com preço justo. Se você ainda não pensou em comprar produtos para seu filho em um brechó infantil, pode estar perdendo uma boa oportunidade, além de não fazer parte dos que aderiram ao time do consumo consciente. Pioneiro na ideia de brechó Premium em Goiás, o Redemoinho há dois anos desbancou o estereótipo de lugar antiquado, lotado de itens descartados e por vezes sem valor.

Publicidade
Voltado especificamente ao público infantil, tem na qualidade seu maior diferencial, graças a um processo cuidadoso na seleção das peças. Somam-se a isso a apresentação e o atendimento em um ambiente superagradável. A loja mudou de endereço para facilitar a vida dos pais. Passou a ocupar espaço mais amplo, bem-localizado no Setor Marista, com projeto assinado pelo reconhecido arquiteto goiano Leo Romano.

Para a empresária Simony Bruziguessi Bernardes, é fundamental incentivar o consumo sustentável entre as mamães. Ela conta que a empresa já consolidou fornecedores de confiança – somam cerca de 260 - e defende a importância da transformação de hábitos do público consumidor. “Após a resistência inicial, os clientes se surpreendem com a proposta da reutilização e os benefícios que essa nova cultura promove em casa e na sociedade.”

O Redemoinho Brechó disponibiliza uma diversidade de produtos do universo das crianças até 12 anos, e não apenas roupas e calçados. Tem brinquedos, livros, DVDs, carrinhos de passeio, cadeirinhas para automóveis, enxoval, móveis e acessórios. Entre as marcas internacionais, é possível encontrar Ralph Lauren, Diesel, Burberry, Tommy Hilfiger, Lacoste, Chicco e Carter’s, além de Lilica Ripilica, Tigor e Tyrol, para citar algumas nacionais. Vale lembrar que a loja também comercializa roupas novas, para a mesma faixa etária.

Como em outros estados, a loja trabalha com sistema de consignação. A pessoa interessada em deixar os produtos para serem vendidos no local deve, de preferência, ligar para agendar o atendimento. “Qualidade e segurança são valores que prezamos muito. Sempre nos colocamos no lugar do cliente e não recebemos peças que não compraríamos para nossos filhos. Só depois da avaliação é que ajustamos os preços, conforme o estado de conservação e o valor de mercado”, explica Simony. E para quem gostar das peças publicadas nas redes sociais do Redemoinho, a loja envia para todo o Brasil.

Seu bolso, seu filho e o planeta agradecem!

Antes de conhecer o Redemoinho Brechó, a advogada Isa Rasmussen, 42 anos, tinha como referência algumas unidades de Curitiba, no Paraná. Na loja, primeiro vendeu carrinho de bebê, tornou-se cliente e passou a divulgar entre os amigos a ideia do consumo consciente. Quem ganhou com a experiência foi o filho Daniel, de quase 3 anos. “Achei produtos de qualidade pela metade do preço de mercado. Então pensei por que não?”. A advogada aprovou o modelo de parceria, que alia economia a uma reflexão sobre o futuro. “Tem que conhecer, ver como é, sem preconceito”.