Principais dúvidas sobre cirurgia plástica pós-parto

Embora seja um assunto frequente, a cirurgia plástica gera muitos questionamentos, principalmente após o parto. Procuramos o Dr. Eduardo Furlani, cirurgião plástico, membro titular da sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e diretor da Clínica Furlani, para responder as dúvidas mais comuns. Confira:

Publicidade

Meu seio vai cair depois da amamentação? Que soluções existem para isso?

Durante a gravidez e no pós-parto, os seios crescem, mesmo que você não amamente. Esse aumento de volume faz com que a pele estique e ganhe uma nova dimensão. Depois dessa fase, a glândula mamária vai reduzir, mas a pele pode não reduzir na mesma proporção. Isso pode gerar uma sobra, que se apresentará como flacidez e “queda” dos seios. Embora isso sempre ocorra em algum grau, existem três possibilidades mais frequentes. Primeiro, a modificação pode não ser tão grande que necessite de qualquer correção. Segundo, a inclusão de uma prótese, com mínimas incisões, pode recuperar o volume perdido e levantar os seios. Terceiro, pode ser necessário retirar excesso de pele e glândula e incluir uma prótese, a chamada mastopexia. Mamães que já tinham uma prótese antes da gestação sofrem menos os efeitos das variações de volume e geralmente ficam na primeira categoria.

Eu tenho prótese de silicone, isso vai impedir a amamentação? 

A existência da prótese não atrapalha a amamentação, não interfere no funcionamento da glândula nem na composição do leite. No entanto, alguns tipos de cirurgia podem criar cicatrizes internas que alteram a arquitetura da glândula mamária, impedindo parcialmente o trajeto do leite. A maioria das cirurgias de aumento sem retirada de pele não causa problema algum, enquanto que a maioria das reduções pode causar alguma alteração.

Quando posso fazer uma plástica depois do parto?  A cicatriz da cesárea é aproveitada?

A plástica nunca deve ser feita no momento do parto, isso não é seguro. O ideal é que se espere um período de seis meses, para que a circulação hormonal da gestação volte próximo ao normal. No caso dos seios, é importante que não esteja amamentando há pelo menos dois meses. Nas abdominoplastias, geralmente, se aproveitam a cicatrizes da cesárea, estendendo-as lateralmente, dependendo da necessidade de cada caso.

Preciso esperar ter todos os filhos que pretendo antes de fazer uma plástica?

Depende do que se pretende fazer. Normalmente, a cirurgia dos seios e as lipoaspirações não precisam disso, mas é aconselhável que se faça abdominoplastia apenas se não tiver mais intenção de ter filhos. Entretanto, cada caso deve ser avaliado individualmente pelo seu cirurgião plástico.

Eu já fiz uma abdominoplastia e estou grávida novamente. O que pode acontecer? 

Não existem muitos estudos específicos sobre isso. Na prática, observamos que a gestação transcorre normalmente, sem problemas. Embora a pele esteja menos elástica, vai dilatar o suficiente para abrigar o bebê. Seu abdômen pode mudar, mas não necessariamente o suficiente para necessitar de uma outra plástica. Siga os cuidados gerais de hidratação, sustentação com cintas e bons hábitos alimentares.

Meu nariz está enorme. Vai voltar ao normal?

Esse aumento ocorre devido à retenção de líquido própria da gravidez e normalmente regride totalmente, sem qualquer problema. Para voltar mais rápido, tenha hábitos saudáveis de alimentação e exercícios físicos assim que for liberada no pós-parto.

Vou ter estrias no abdômen? 

Estrias são como rupturas da camada profunda da pele. Quanto mais elástica, menor a chance de estrias. Portanto, use cremes hidratantes para melhorar a elasticidade. Não use cremes com ureia acima de 3%, e evite banhos muito quentes e prolongados. O uso de cintas ajuda a manter a sustentação, diminuindo a carga sobre a pele. Caso surjam estrias, procure atendimento enquanto ainda estão recentes (avermelhadas), pois haverá melhores resultados no tratamento.

Posso tratar as manchas (melasma) do meu rosto durante a gravidez? 

Alguns tipos de tratamento podem ser feitos e outros não, depende do produto. Os derivados de ácido retinóico, por exemplo, não podem ser utilizados. Outros tipos de peeling, com ácido glicólico em baixas concentrações, estão liberados. No entanto, o mais importante é prevenir e as melhores formas são não se expor ao sol e usar filtro solar.

Posso fazer drenagem linfática na gravidez?

Sim. A drenagem linfática reduz a retenção de líquidos, melhorando o aspecto e o bem-estar das gestantes. Algumas pessoas chegam a perder mais de dois quilos depois de uma única sessão. No entanto, esse alívio é temporário e o líquido será retido novamente.

Posso fazer botox na gravidez?

Não existem estudos comprovando a segurança da toxina botulínica nessa fase. No entanto, não existem evidências de que aconteceria qualquer problema. Portanto, não aconselhamos a aplicação, mas não se desespere se tiver aplicado sem saber que estava grávida. Muito provavelmente, não haverá qualquer problema em relação a isso.