Entenda por que usar cinta no pós-parto
 Mesmo com a euforia produzida pela vinda do bebê, a mamãe não pode se descuidar do corpo e da saúde. O pós-parto é um período de muita atenção para o bebê, por isso a mamãe precisa se sentir muito bem física e psicologicamente. E para ter o conforto necessário, é indicado o uso da cinta pós-parto e do sutiã de sustentação. Além do conforto, o uso da cinta melhora a dor, proporciona uma sensação de firmeza e segurança para as mamães.Geralmente, são as mulheres que fizeram cesárea que mais procuram as cintas por causa do corte, que provoca desconforto no abdômen quando se faz algum movimento. Nesse caso, é importante dar sustentação para o corte e para a barriga, por isso é indicado o uso da cinta modeladora, que possibilita o uso de calcinha com absorvente e o uso do banheiro, pois possui abertura na região genital regulável com fita fêcho.

Publicidade

A cinta modeladora também é indicada para mamães que tiveram parto normal. É muito importante que as mamães tenham a cinta com sustentação adequada para a barriga. De toda forma, a mamãe pode optar por cintas que sustentam o adbômen e também pela cinta para parto cesárea. Quanto ao tamanho, em geral, a mamãe irá utilizar um número maior ao que utilizava antes da gestação, porém isto é muito variável de acordo com o ganho de peso na gravidez. A mamãe precisa conversar com o médico sobre quando começar a usar a cinta e a duração de uso.

Já o uso do sutiã de sustentação é fundamental para evitar a flacidez dos seios no pó -parto e aliviar o desconforto das mamas caídas, devido sua estrutura reforçada. A boa sustentação durante a gestação é o segredo para minimizar os efeitos do aumento das mamas neste período. Além da função de sustentação, o sutiã correto auxilia na boa drenagem do leite e minimiza o seu acúmulo, comparado a mamas que estão sem sustentação adequada.

Com o uso do sutiã correto, os seios ficam sustentados também durante as mamadas do bebê, ao contrário do sutiã comum. O sutiã certo deve respeitar as seguintes características: uma base reforçada, alças largas e inteiras de elástico, tamanho adequado ao da mama e um tecido confortável, que deixa a pele respirar. A recomendação é o uso de um sutiã de sustentação adequado dia e noite, após o nascimento do bebê. Vale ressaltar que sutiãs de bojo e enchimento não conseguem fazer a sustentação adequada.