O que toda mãe precisa saber
A maternidade é um período transformador na vida de uma mulher. A partir da notícia da gravidez, não existe mais “eu” e, sim, “nós”. Durante a gestação, todas as atenções são voltadas para a mãe. Perguntas, palpites, curiosidades e carinhos no barrigão são constantes. E quando o bebê nasce, a atenção muda de foco. Tudo é o bebê. As visitas já chegam querendo vê-lo, segurá-lo, apertá-lo, presenteá-lo... As mães que antes eram protagonistas se tornam “apenas mãe da criança”. E nem ligam. Aquele bebezinho é tão envolvente que é a única coisa que importa.

Publicidade

Com o passar dos anos, o bebezinho vai crescendo, começa a vida escolar e passa a ter vários amiguinhos. Daí inicia um novo ciclo. Começa a frequentar a casa dos coleguinhas, clubes, cinemas, e o nome da mãe nem é mais citado, a não ser em situações específicas. De toda forma, o filho continua sendo tudo para a mãe.

O filho logo cresce mais um pouco e vai conquistando sua liberdade. Quer sair sozinho com os amigos, quer namorar, não quer a mãe e o pai por perto na maior parte do tempo. Nesse momento, a mãe pode se perguntar: “ e agora?”. Essa situação pode alcançar grande proporção na vida da mãe, que se sentirá carente e clamará por atenção. Ela pode reclamar dos filhos por terem feito tudo para eles e não ter mais reconhecimento ou admiração. E pode acabar responsabilizando o filho por sua felicidade e valorização.

Essa é uma fase delicada. Como os filhos, já adultos, não precisam mais da mãe, ela pode adoecer, entrar em depressão, e até mesmo se separar do marido. É como se ela perdesse o chão, o sentido na vida. Então, saiba como ser antes que seu bebê cresça:

1 – Mãe, prepare-se psicologicamente. Saiba que seu filho irá crescer e ter vida própria.

2 – Muitas mulheres, após ser mãe, esquecem de se cuidar, vivendo apenas a maternidade. Isso é um erro. A mãe precisa ser mulher, precisa se cuidar, priorizar-se, ter os seus momentos como mulher, amiga, profissional e esposa. Não esqueça de você mesma!

3 – Naturalmente, a criança é o centro das atenções. Ela rouba a cena mesmo, modifica a rotina e precisa de cuidados constantes. Entretanto, você não deve esquecer do marido. A atenção para o filho pode ser tão grande a ponto de atrapalhar a relação do casal. Não deixe que isso aconteça.

4 – Tenha orgulho de ver seu filho crescer, da educação que você dá para ele. Prepare-o para enfrentar desafios. Fique feliz ao ver as conquistas dele. Porém, não deixe de crescer também, de buscar suas próprias conquistas e realizações. Esteja preparada para aplaudir e incentivar seu filho, sem pisar jamais em suas asas.