O que fazer para minimizar os impactos do tempo seco na saúde do seu filho
Tempo muito quente e seco durante essa época do ano, principalmente nas regiões centro-oeste e interior do sudeste, faz com que as crianças sofram. Com uma umidade abaixo de 20%, o organismo passa a sentir esse ressecamento do ar e consequentemente isso pode provocar ardência e ressecamento dos olhos, boca e nariz e, principalmente, doenças respiratórias, como uma asma, por exemplo. Nessas condições, os pais precisam ficar atentos para que a condição dos filhos não se agravem.

Publicidade

Para ajudar as crianças a não se sentir tão desconfortáveis com esse tempo, incentive-as a ingerir mais líquidos como muita água, sucos e chás. Utilize panos úmidos no chão e nos móveis para eliminar o acúmulo de poeira. Vale a pena colocar umidificadores e até baldes de água (longe do alcance dos pequenos) dentro do quarto. Quando o nariz estiver incomodando, use soluções fisiológicas e faça inalações com soro. Já se o problema for os olhos, pingue algumas gotas de soro e faça uma limpeza para umidificar o local. E não se esqueça, loções hidratantes aliviam e protegem bastante a pele das crianças durante esse período. Mas o ideal é que seja indicada por um especialista.

Os pais precisam ficar atentos aos sintomas dos filhos. Se os olhos da criança permanecerem irritados por mais de três dias, mesmo depois da higienização com soro, é preciso levá-la ao especialista. Caso a criança apresente tosse acompanhada de febre alta e falta de ar, deve-se consultar o médico urgentemente, uma vez que o ressecamento das vias aéreas pode provocar crises de alergias.