Crianças e a Síndrome do Pensamento Acelerado
Já ouviu falar na Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA)? Ela é uma doença causada pelo excesso de tecnologia, trazendo uma abundância de informação para o cérebro armazenar. Os pensamentos ficam desordenados e a alta demanda acarreta efeitos como fadiga, nervosismo, dores de cabeça e musculares, sofrimento por antecipação, dificuldade de concentração, insônia e esquecimento de acontecimentos recentes.

Publicidade

Um estudo foi realizado com base nessa síndrome e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% dos adultos, crianças e adolescentes já sofre com a SPA. Por isso, os pequenos estão crescendo com dificuldade no desenvolvimento de funções da inteligência, o que só os impede de refletir antes de reagir, expor suas ideias e até mesmo se colocar no lugar do outro.

Assim, por a SPA ter sintomas parecidos com a hiperatividade, as pessoas devem tomar cuidado para não confundir e procurar um especialista que poderá diagnosticar corretamente o problema. Além disso, há ferramentas para melhorar isso e criar um gerenciamento sob os pensamentos:

1. Dormir no mínimo 8 horas por dia

2. Evitar o uso de eletrônicos de 20 a 30 minutos antes de dormir

3. Ter contato com a natureza e exercitar-se.

Mas não se esqueça, isso também vale para as crianças e elas devem ser orientadas da melhor maneira possível para não encontrarem problemas maiores futuramente.