Saiba como ensinar seu filho a andar de bicicleta
Um dos aprendizados mais marcantes da infância de qualquer pessoa é o de como andar de bicicleta. A presença, a ajuda e a orientação dos pais é essencial para que a criança aprenda a pedalar equilibradamente sem ajuda nenhuma.

Publicidade

O primeiro passo para esse aprendizado é a compra de um capacete, cotoveleiras e joelheiras de proteção, já que essas são as partes do corpo mais afetas em quedas de bicicletas, que acabam sendo inevitáveis durante o aprendizado. Lembre-se que segurança é essencial e até mesmo um ciclista experiente está exposto a acidentes.

Para que o aprendizado seja satisfatório, é essencial que o equilíbrio e a capacidade de pedalar se desenvolvam. Esta última pode ser praticada por meios mais seguros como triciclos, velotróis e bicicletas com rodinhas. Com estes brinquedos, a criança é capaz de praticar o movimento circular da pedalagem, e também aprender sobre o ato de variar a velocidade através de pedalagens mais ou menos rápidas.

A manutenção do equilíbrio é um grande desafio e é onde a ajuda dos pais deve acontecer. A bicicleta da criança não deve ser muito grande e alta já que a mesma deve ser capaz de colocar os pés no chão caso ela sinta que vai cair.

A maneira tradicional de se ensinar as crianças a andar de bicicleta ainda é vista como uma das formas mais eficazes. Ela consiste em correr ao lado das crianças, dando-as suporte até que elas consigam manter seu equilíbrio totalmente sozinhas. Apesar de seu aspecto simples, há algumas dicas que devem ser observadas para que esse processo seja mais rápido e menos doloroso para pais e filhos. É muito importante deixar que a criança segure e maneje o guidon, só assim ela aprenderá sobre a sensibilidade do mesmo e entederá o quanto é necessário virar para obter a direção necessária.

No que se refere ao equilíbrio em si, é importante que os pais segurem os filhos pelo ombro, para que eles não interfiram no contato deles com a bicicleta. Escolha uma superfície ampla e plana, para que não haja grandes atritos para o ciclista aprendiz. É importante compreender que algumas crianças conseguirão se equilibrar no fim de um dia de treinamento, enquanto outras precisarão de mais tempo de prática. Aos poucos, é importante que o apoio exercido no ombro da criança seja diminuído e que os pais possam avaliar o momento certo de permitir que suas crianças pedalem sem o suporte deles.

Mesmo quando as crianças já estão prontas para pedalar sozinhas, é importante que elas mantenham o uso das proteções, uma vez que o instinto explorador e a coragem delas aumentará com o tempo e portanto estarão expostas a possíveis quedas ou choques, que podem ser absorvidos caso o uso de proteção seja constante.