Confira as dicas da Supernanny para educar as crianças
 “Vou chamar a Supernanny!” A frase virou uma espécie de manual das mães que não sabem mais o que fazer para disciplinar os filhos que são cada vez mais desobedientes, agitados e já perderam os limites há muito tempo. A educadora argentina Cris Poli, conhecida por comandar o reallity show Supernanny, tem 40 anos de experiência com educação infantil e há 34 está no Brasil. Em entrevista exclusiva ao Manual da Mamãe, ela dá dicas para educar seu filho e antencipa a “fórmula mágica”: Amor + Limites. “Com essas colunas é possível edificar uma excelente educação”, diz. Leia a íntegra da entrevista:A senhora já tem três livros lançados (Filhos Autônomos, Filhos Felizes - 2006; Pais Separados, Filhos Preparados – 2007 - e Pais e Professores Educando com Valores - 2008). A senhora poderia dar uma espécie de sinopse dos livros e falar como eles podem ajudar na educação dos filhos?

Publicidade

Filhos Autônomos, Filhos Felizes é um guia para a educação de filhos, com os principais temas abordados no programa. Pais Separados, Filhos Preparados foi escrito a pedido dos leitores do primeiro livro que estão separados, para ajudar os pais e as famílias que estão passando por esse difícil momento. Pais e Professores Educando com Valores fala da parceria escola/família na educação dos filhos. Cada um toca um aspecto da educação das crianças que pode ser muito útil para todos os públicos.

Por que tem se tornado cada vez mais difícil educar um filho?

Porque a vida hoje tem se tornado difícil, devido ao fato de que os pais trabalham e ficam o dia todo fora de casa. A educação dos filhos está sendo delegada a pessoas que não têm a responsabilidade de educar os filhos dos outros, como babás, empregadas, vovós, escola, etc. A responsabilidade da educação dos filhos é dos pais. Isso, resumidamente, torna a educação dos filhos mais difícil.

No que os pais mais erram?

Em não assumirem a autoridade que eles têm por direito; em terem medo de colocar limites e em delegarem a educação de seus filhos para outras pessoas.

Existe uma “fórmula” para educar as crianças? Qual é o “método Supernanny”?

Não existe um método Supernanny. A fórmula é simples: AMOR + LIMITES. Com essas colunas dá para edificar uma excelente educação. Mas algumas dicas podem ajudar: envolvimento dos pais em brincadeiras com os filhos; criação do “cantinho da disciplina”, para onde a criança vai e fica determinado tempo, caso não obedeça às regras; fazer com que todos realizem as refeições juntos, entre outras.

Em sua opinião, o problema de educação dentro do lar atinge todas as classes sociais? Por quê?

Sim, porque os problemas são parecidos, só mudam de endereço.

O fato de as mães trabalharem fora de casa tem gerado filhos com mais problemas?

As mães que trabalham fora sentem culpa por não poderem estar mais tempo com seus filhos. Assim se tornam permissivas, com medo de colocar limites, de dizer “não” para não “perder o amor de seus filhos”. Isso tem trazido muitos problemas.

Quais as principais dicas da Supernanny para os pais que não sabem mais o que fazer para controlar o filho que é muito agitado?

Estabelecer uma rotina, organizando o tempo de seu filho com atividades para serem desenvolvidas durante o dia.

Durante os programas, a senhora mostra que não é favorável às “palmadas”. Por quê?

Porque as “palmadas” não educam e a minha proposta é educar os filhos.

Quando os pais devem buscar uma ajuda especializada para auxiliar na educação do filho? Que tipo de ajuda a senhora recomenda?

Quando eles não sabem como resolver os problemas que possam surgir na educação dos filhos. O tipo de ajuda depende dos tipos de problemas, não dá para generalizar.

Segundo informações do site do SBT, mais de 30 mil pais já se inscreveram pedindo sua ajuda no reality show Supernanny. Por que uma procura tão grande? Qual o principal problema dos pais quando a procuram?

Porque muitos pais estão perdidos e desorientados com respeito à educação dos filhos, com problemas como falta de autoridade, falta de rotina, medo de colocar limites, permissividade.

Em quarenta anos trabalhando com educação infantil, a senhora deve ter presenciado muitas mudanças na forma de educar crianças. Como a senhora chegou ao “método Supernanny”?

São muitos anos dedicados à educação, sou mãe de três filhos e avó de quatro netos. Isso me dá continuamente uma experiência que tem sido a base de minha observação e dos métodos desenvolvidos para educar os filhos. Deus tem sido meu conselheiro e orientador neste trabalho que estou desenvolvendo.

 

Uma criança sem limites...

...cresce insegura

...não aprende a confiar em si mesma

...acha que pode tudo

...não consegue lidar com as frustrações naturais da vida

...tem baixa autoestima

 

MÉTODOS INDICADOS PELA SUPERNANNY

ENVOLVIMENTO

A família deve escolher uma brincadeira para que todos se divirtam juntos. É uma maneira engraçada de ter bons momentos e estreitar a relação.

CANTINHO DA DISCIPLINA

A criança vai para o cantinho caso não obedeça às regras. Primeiramente, ela recebe uma advertência e, se não cumprir o acordo, fica um ou mais minutos no cantinho, conforme a idade.

COMENDO EM FAMÍLIA

Fazer com que todos realizem as refeições juntos, incentivando as crianças a permanecerem na mesa e a comer tudo.

MÉTODO DO INCENTIVO

Com uma placa metalizada e imãs de personagens de desenhos animados, a cada regra cumprida, uma parte do corpo dos personagens é colocada no quadro até completá-lo. Caso contrário, uma parte é retirada. Ao formar o desenho, a criança pode escolher um prêmio negociado com os pais.

SACO DO CONFISCO

Todo brinquedo fora do lugar vai para o saco do confisco. Para resgatá-lo, é preciso deixar tudo em ordem quando a brincadeira acabar.