6 dicas para criar filhos éticos e responsáveis

É muito comum ver pais que acabam fazendo pelos filhos tarefas que eles já sabem fazer sozinhos, seja pela correria e pressa, falta de paciência ou até por superproteção. Independentemente da razão, essa postura prejudica o desenvolvimento do seu filho, dificultando a lidar com suas responsabilidades, tornando-o dependente, frágil, carente de atenção e dando a falsa impressão de que ele não tem capacidade de cumprir certas funções sozinho.

Publicidade

Criar desde pequeno um filho que se torne responsável, ético e confiante pode parecer difícil, mas não é impossível. Tudo depende de como você conduzirá as situações cotidianas. Qualquer ajuda desnecessária é um obstáculo na aprendizagem, já dizia a educadora italiana Maria Montessori (1870-1952). Confira 6 dicas que podem te ajudar neste processo. Mas, lembre-se: educar exige paciência, esforço e determinação. Por isso, mãos à obra com as dicas da educadora parental Stella Azulay:

1) Mostre aos seus filhos que você confia neles

Acredite nas suas capacidades e aptidões. Se eles já confiam em si mesmos, ótimo, basta incentivar. Não diminua o seu entusiasmo e nem encoraje os seus medos e as suas incertezas. Deixe eles voarem, seguindo o seu próprio caminho, sem medo de errar.

Ensine os seus filhos a ter uma mente positiva e a pensar o quão bom é experimentar coisas novas e aprender. Mostre a eles que você está sempre disposto a oferecer ajuda. Encoraje quando eles se desanimarem e comemore suas vitórias.

2) Ensine com o exemplo, todos os dias

O exemplo é a melhor maneira de educar e criar os filhos. Se você quiser ter filhos independentes, respeitosos e educados, mostre a eles como se faz por meio de ações.

Lembre-se de que a criança é como uma esponja que absorve todo tipo de informação. Ela vai repetir automaticamente o que vê e o que ouve de vocês, todos os dias.

3) Motive seu filho a não se manter na zona de conforto

Exija um pouco mais do que ele pode dar, mas sem exagerar. Encoraje o seu filho a tentar, a aceitar cada desafio para evitar que fique estagnado. Neste caso, também não podem faltar o reconhecimento por cada tentativa e o elogio por cada conquista alcançada.

4) Incentive suas habilidades sociais

Há uma relação direta entre a capacidade social da criança e o seu sucesso na vida adulta. De acordo com a ciência, as crianças que cooperam com seus colegas compreendem os seus sentimentos e resolvem problemas por conta própria. Na fase adulta, terão mais flexibilidade para lidar com pessoas, seja no âmbito social como profissional.

5) Mostre, desde cedo, que responsabilidades fazem parte da vida de todos

É essencial ensinar as crianças, desde pequenas, que a vida é feita de ação e reação. Dê aos seus filhos obrigações e responsabilidades em casa que sejam adequadas às suas idades. Não ceda ou tire as obrigações deles, pois isso representa a aprendizagem sobre a colaboração e o trabalho em equipe.

6) Ensine a importância de se responsabilizar pelos seus atos

Todo mundo comete erros. E tudo bem, pois eles fazem parte do nosso desenvolvimento e amadurecimento. No entanto, quando seu filho fizer algo de errado, nunca deixe o episódio passar despercebido. Mostre, de maneira enfática, que ele errou, explique a razão e, caso houver outra pessoa envolvida na situação, deixe bem claro que ele deve se responsabilizar e pedir desculpa ao outro.

 

Para mais conteúdo, siga o Manual da Mamãe no Instagram @manualdamamae 

Acesse também nossa página no Youtube: youtube.com/manualdamamae 

Você pode contar também com o curso Estou Grávida, e Agora? São videoaulas para acabar com todas as inseguranças da gestação e dos primeiros cuidados com o bebê. Saiba mais em: www.manualdamamaeip.com