Enxoval: como escolher a saída de maternidade?

Embora não seja essencial, muitas mães não abrem mão de um item no enxoval: a saída de maternidade. Afinal, a peça não é apenas uma roupa, é aquela que você vai apresentar seu filho pela primeira vez, tirar as primeiras fotos, mostrar ao mundo o seu bebê.

Composta por macacão e manta, a saída de maternidade foi criada justamente pensando nesse momento tão especial para toda a família, pois ela ficará muito presente na memória de todos já que representa a chegada do bebê ao novo lar.

"Como esse momento vai ficar marcado para sempre, vale a pena caprichar na saída de maternidade, preparar um lindo figurino que o bebê vai usar no primeiro trajeto para casa e para o mundo. Sabemos que essa roupa carrega um peso mais emocional do que funcional, já que o bebê cresce rapidamente e irá utilizar a peça apenas uma vez ou poucas vezes. Mas a saída de maternidade perfeita deve deixar seu bebê confortável e aquecido, e ainda ficar linda nas primeiras fotos", afirma a personal shopper especialista em enxoval Melissa Biscoto.

Confira, a seguir, dicas da profissional para ajudar na hora da compra deste item:

Material
A escolha do tecido irá garantir o conforto do bebê recém nascido, que possui uma pele fina e delicada. Portanto, deve ser feita considerando não somente o clima, mas a maciez e a qualidade da peça, pois os recém-nascidos nascem neurologicamente imaturos e não conseguem manter sua temperatura corpórea com facilidade. São mais sensíveis às mudanças de clima (quente ou frio) e a troca de temperatura no corpinho deles acontece de forma muito rápida.

Por isso, as roupinhas com os tecidos sintéticos devem ser evitadas, porque elas retêm o calor e incomodam o bebê, podendo causar alergia, assaduras e brotoejas. O melhor tecido para recém-nascido são roupas 100% de algodão.

Cor
Embora a escolha possa seguir costumes familiares, há uma longa tradição a respeito das cores da saída de maternidade. Assim como para algumas pessoas, usar uma determinada cor na virada do ano pode atrair certas energias , com a diferença de que no caso do bebê estamos falando de uma vida nova e não de um ano novo!

Seguem algumas cores mais escolhidas e seus significados

Vermelho: proteção e boas energias;

Amarelo: sorte e prosperidade;

Azul: equilíbrio e tranquilidade;

Branco: paz, leveza e pureza;

Rosa: amor e felicidade;

Verde: saúde e esperança.

Publicidade

 

Para mais conteúdo, siga o Manual da Mamãe no Instagram @manualdamamae 

Acesse também nossa página no Youtube: youtube.com/manualdamamae 

Você pode contar também com o curso Estou Grávida, e Agora? São videoaulas para acabar com todas as inseguranças da gestação e dos primeiros cuidados com o bebê. Saiba mais em: www.manualdamamaeip.com