Dicas para decorar o quarto do bebê
Além das sensações únicas de carinho por carregar um bebê na barriga, a gravidez proporciona outros prazeres que só quem é mãe entende. Montar o quartinho do filho faz a mamãe emergir em um mundo que a aproxima ainda mais do bebê. É um momento mágico, único, um verdadeiro conto de fadas cujo final feliz acontece assim que o bebê nasce e conhece seu quartinho. São vários os cuidados necessários para arrumar esse novo e tão importante ambiente da casa e, embora a decoração seja um dos aspectos mais excitantes desse processo, é preciso pensar no conforto e saúde da criança.

Publicidade

Pensar em um tema, escolher os móveis adequados, comprar mimos decorativos... Conte com a ajuda de um arquiteto e/ou designer de interiores e faça seus sonhos se realizarem. O importante é o bebê ter um local aconchegante, onde vai passar a maior parte do seu tempo, principalmente nos primeiros meses de vida. Acompanhe as dicas do Manual da Mamãe e acerte em todos os detalhes:

Tema: não necessariamente o quarto precisa ter um tema específico, como bailarina ou safári, por exemplo. É possível obter lindos resultados com maior liberdade de harmonização de tecidos, cores, mobiliário e objetos decorativos. A variedade de opções é enorme e a mamãe pode sonhar muito até o momento de começar a montagem, o que deve ocorrer tão logo se descubra o sexo do bebê para que se faça tudo com tranquilidade.

Cores: as cores e tons escolhidos devem estar de acordo com o gosto da família e principalmente da mãe, que deve passar mais tempo no quarto com o bebê por conta da amamentação. O ideal é evitar as cores quentes, e optar por cores que trasmitem tranquilidade, suavidade e harmonia. É necessário ter bom senso para escolher cores mais neutras sem esquecer do colorido que dá alegria ao ambiente. Cores vibrantes ajudam a estimular os sentidos e podem estar em itens como móbiles, almofadas, cortinas e objetos decorativos.

Mobiliário: a disposição dos móveis deve ser pensada para o conforto e aconchego. Dê prioridade à circulação de ar e de pessoas. Importante: para garantir a segurança do bebê compre um berço certificado pelo Inmetro. Essencialmente, um quarto de bebê precisa ter berço e cômoda. Dependendo do tamanho do ambiente pode-se e deve-se adicionar uma poltrona de amamentação. Se ainda tiver espaço, as camas de solteiro são ótimas alternativas de descanso para o acompanhante do bebê.

Iluminação: ao mesmo tempo em que transforma e realça a decoração, é a iluminação, de intensidade ideal, que auxilia as mães nas trocas, amamentações e vigílias noturnas sem atrapalhar o sono do bebê. Peça para ser instalado um dimerizador no interruptor do quarto para regular a intensidade da luz. Um abajur com dímer perto da poltrona também é uma boa alternativa.
Esse conteúdo foi feito em parceria com

Mundo do Bebê


Conheça mais dele