Regras de etiqueta para conversar com seu médico no WhatsApp
O WhatsApp é uma ótima ferramenta de comunicação. Facilitou o contato entre as pessoas, mas quando o assunto é conversar com seu médico ou com o médico do seu filho, algumas regrinhas de etiqueta são necessárias para não se extrapolar o bom senso. Afinal, a conversa não é como nos grupos de amigo ou família.

Publicidade

Aproveite a primeira consulta para conversar abertamente sobre o assunto. Nesse momento, é possível alinhar expectativas e combinar o que vale e o que não vale. Confira algumas sugestões dadas pelos próprios médicos à Revista Crescer para manter uma boa relação pelo aplicativo:

1. Anote as dúvidas não urgentes que surgirem e deixe para esclarecê-las na próxima consulta;

2. Quando for algo importante, mas não urgente, tente restringir a mensagem aos horários comerciais;

3. Vídeos podem lotar a memória do telefone do médico e sobrecarregar o aparelho. Guarde-os e mostre somente na consulta;

4. O mesmo vale para fotos. Se não for urgente, mostre no próximo encontro com o especialista;

5. Se o médico não responder, não insista. Provavelmente, ele está ocupado;

6. E o mais importante: lembre-se de que o profissional não tem obrigação de responder mensagens, por isso, quando a situação for urgente, procure sempre um pronto-atendimento.