Quando é a hora?
Muitas são as dúvidas da mamãe em cada etapa de desenvolvimento do filho. É preciso aprender a se comunicar com o bebê, mesmo antes dele falar.

Publicidade

Perceber os tipos de choro, o que é manha e o que seu filho tem capacidade para fazer sozinho. Nós separamos as maiores 12 dúvidas sobre “Quando é a hora de...”

1. Dar banho em casa?

Apesar de ser um momento muito gostoso, algumas mamães ficam apreensivas na primeira vez. Hoje em dia o primeiro banho é na própria maternidade. Em casa o bebê precisa de dois ou três banhos semanais em épocas mais frias. Em épocas mais quentes você poder dar banho com maior frequência, depois que a criança começar a engatinhar precisa ser diário.

O banho deve ser em uma banheira limpa, com água morna e sabonete neutro. As partes íntimas devem ser bem higienizadas e se deve tomar cuidado para não entrar água nos olhos e ouvidos. Para recém-nascidos e bebês de até 6 meses, coloque cerca de 13 centímetros de água (mais ou menos oito dedos). Não deixe a criança sozinha em hipótese alguma.

2. Desfraldar?

Essa é uma tarefa que exige paciência. Por volta dos 2 anos e meio as crianças começam abandonar as fraldas e geralmente até os 4 já estão bem adaptadas. Mas quando ela estiver com 1 aninho você já pode começar a mostrar o vaso, como se faz, comprar brinquedinhos que estimulam.

A criança que já sabe andar bem equilibrada e consegue identificar objetos começa a dar sinais de que chegou a hora. Outro sinal é quando ela demonstra incômodo com o uso da fralda. A melhor maneira é observar os horários que seu filho costuma urinar ou defecar e levá-lo até o vaso. Pergunte se ele está com vontade de ir ao banheiro e jamais o recrimine quando o plano não sair como o esperado. Os meninos devem ser ensinados a fazer xixi sentados no vaso. O processo deve ser feito de maneira gradual, passo a passo. Depois que eles estiverem adaptados, você pode orientá-los a fazer de pé. O exemplo dos pais neste momento é muito bem-vindo.

3. De passear?

A resposta chave é bom-senso. Não deixe seu filho muito exposto, mas também não o superproteja. Os primeiros passeios devem, de preferência, ser ao ar livre ou para a casa de amigos e parentes onde não haja grandes aglomerações de pessoas. Alguns bebês podem ter complicações se pegarem algumas doenças causadas por vírus e bactérias, como gripe, bronquite e meningite. Com 4 meses o bebê já tomou algumas vacinas, por isso é mais seguro que ele frequente lugares com muitas pessoas.

4. Aprender a sentar?

Vai depender do desenvolvimento da criança. Elas começam a tentar sentar mais ou menos ao mesmo tempo em que aprende a rolar de um lado para o outro e a manter a cabeça erguida. Os músculos ficam mais fortes entre os 4 e 7 meses. Até os 8 meses, 90% dos bebês são capazes de se sentar sem apoio.

5. Aprender a andar?

Normalmente, a partir dos oito meses, a criança começa a ficar de pé sozinha, se apoiando em móveis e nas paredes. Com 10 meses, a maioria já aprendeu a andar, é considerado normal que ela aprenda até os 18 meses de vida. Depois dessa idade, caso os movimentos não aconteçam, é aconselhável procurar um pediatra. Evite o uso de andadores e estimule seu filho.

6. Aprender a falar?

Geralmente até 3 anos a criança já sabe falar. O mais importante é estimular seu filho, converse com ele desde bebê e evite falar com uma voz diferente e falar as palavras de maneira errada. Caso seu bebê ainda não fale com 3 anos é bom verificar se a audição está boa e como é sua interação com a família.

7. Trocar a fralda?

A regra geral é fazer a troca a cada mamada e quando estiver sujo de cocô. Os bebês não devem ficar sujos, isso pode ferir a pele muito sensível e acumular bactérias. Durante à noite o prazo pode ser maior para não despertar a criança, em geral até 4 horas é possível ficar sem trocar. Já durante o dia o prazo é de 3 em 3 horas.

8. Furar a orelha?

No caso das mamães de meninas fica essa dúvida. Quando pode furar? Será que dói? Quanto mais cedo melhor, o bebê quase não irá sentir dor. Médicos e enfermeiros já furam na maternidade mesmo. As farmácias também são autorizadas.

9. De colocar de castigo?

Os pais precisam estar atentos ao que a criança consegue compreender. Desde novinhos os pais precisam mostrar o que não pode para que a criança consiga ir associando. Não diga “não” gritando ou depois que a situação passou.

Com 2 aninhos a criança já entende o que os pais querem dizer. Se seu filho depois de você mostrar que não pode continuar com o mesmo comportamento é hora de colocar de castigo. Não faça do catsigo um momento traumático para a criança, mas como uma forma de impor limite. Não deixe a criança por muito tempo, nem faça chantagens. Antes de retirá-la explique porque ela ficou de castigo e ensine-a a se desculpar.

10. Introduzir alimentos sólidos?

É recomendado depois que a criança já consiga sentar. O alietamento materno é recomendado exclusivamente até 6 meses. Depois pode se introduzir alimentos pastosos e líquidos e depois alimentos sólidos. Cuidado com alimentos que a criança possa engasgar. Varie os alimentos para que a criança tenha acesso à diferente sabores e nutrientes.

11. De sair do berço?

Os pais podem perceber o momento certo quando as crianças estiver apertada no berço, conseguir sair sozinha ou gostar da cama dos pais e irmãos mais velhos. Se seu filho não tiver nenhuma dessas necessidades pode-se esperar até os 3 anos.

12. De ser mais independente?

Entre 1 e 5 anos seu filho vai aprender a fazer muitas coisas sozinhas. Não o reprima, nem faça coisas por ele, mas fique sempre supervisionando. Estimule a criança a tomar banho sozinha, escovar os dentes, trocar de roupa, ajudar nas tarefas de casa. Isso é muito importante para seu desenvolvimento.