Hospital de SP confirma Covid-19 em dois recém-nascidos
Um recém-nascido diagnosticado com coronavírus no Brasil está internado em uma UTI neonatal do Hospital e Maternidade Santa Joana, em São Paulo, onde nasceu há cerca de uma semana.

Publicidade

Inicialmente, o bebê deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva com um quadro de enterocolite, uma inflamação gastrointestinal.

Sua mãe, pouco tempo depois, apresentou sintomas da Covid-19 e o exame dela acusou positivo. Na sequência, o bebê foi testado e também foi diagnosticado com a doença.

Em nota, a maternidade informou que tomou todas as medidas de segurança e isolamento do recém-nascido. Como ele estava em uma mesma ala com mais três bebês, os especialistas decidiram fazer o teste nos outros três recém-nascidos.

Dois testaram negativo para a doença, mas um foi infectado, porém sem sintomas e já recebeu alta.

Estado de saúde

O bebê continua internado em UTI exclusiva e seu quadro de saúde é estável. Ele apenas trata os sintomas gastroentestinais.

"Assim que ele melhorar esses sintomas gastrointestinais também deve receber alta. O único incoveniente é que ele não pode receber a visita da mãe, que está em casa isolada e também se recuperando do coronavírus", disse a infectologista do hospital Rosana Richtmann.

A infectologista acredita que o bebê foi infectado pela mãe fora do útero, no que é chamado de contaminação horizontal, já que não há casos ainda relatados no mundo de contaminação durante a gestação (chamada vertical).

Gestantes infectadas

O Hospital e Maternidade Santa Joana também tem recebido gestantes infectadas com o novo coronavírus. Segundo Rosana, várias  já passaram pela maternidade e estão sendo acompanhadas e tratadas em casa.

Apenas uma delas, de 44 anos, chegou à maternidade com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e teve que ser submetida a uma cesárea de emergência, na 32ª semana da gestação.

O bebê nasceu com APGAR nota 0 e não resistiu algumas horas depois, devido à falta de oxigenação que teve no útero.