Gestante com leucemia precisa de doador de medula óssea
A professora goiana Karise Gonçalves Oliveira, 34 anos, após descobrir que estava grávida, recebeu o diagnóstico de leucemia aguda, um tipo bastante severo do câncer. Casada e mãe de um menino de 1 ano e 8 meses, ela está no terceiro mês de gestação. Ela só descobriu o câncer após fazer os primeiros exames do pré-natal. A partir de então, foi criada uma campanha na internet com intuito de encontrar doador de medula óssea compatível.

Publicidade

A campanha "Todos pela Karise" está firme na web e já sensibilizou centenas de goianos. No Instituto Federal de Goiás (IFG), onde ela trabalha, cerca de 400 funcionários se tornaram doadores de medula fazendo o cadastro no Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome).

Segundo a página da campanha, o médico deu até três meses para conseguir um doador de medula óssea compatível. Foi iniciada uma corrida contra o tempo para salvar a vida da Karise e do seu bebê.

Karise recebeu a confirmação da leucemia no dia 22 de junho e desde então mudou completamente sua rotina. Ela parou de lecionar no IFG e interrompeu o curso de direito na Universidade Federal de Goiás. Ela conta que está isolada de tudo em casa, e só sai para ir ao médico, pois não pode pegar outra doença.

O caso de Karise é bem delicado. Como ela está grávida, precisa de medicação que não afete o bebê. Por isso, inicialmente, ela faz uso de uma medicação não tão agressiva. E só pode iniciar a quimioterapia a partir da 12ª semana de gravidez.

Segundo Karise, cada dia que passa é uma vitória. E a intenção é adiantar o parto o máximo que conseguirem para o bebê ficar bem e ela poder se recuperar. O transplante de medula só pode ser feito depois do parto.

Como se cadastrar para ser um doador de medula óssea

Para doar a medula, o primeiro passo é fazer o cadastro. É preciso ter entre 18 e 54 anos e preencher um formulário com os dados pessoais no hemocentro de cada município.

Após o preenchimento do formulário, será coletado entre 5ml e 10 ml de sangue para o teste de compatibilidade. Esse processo dura cerca de 20 minutos. A partir daí, o candidato fará parte do Redome e pode ajudar pacientes que precisam de transplante em todo o país.

Se encontrar o doador compatível serão feitos exames complementares para realizar a doação. No transplante, o doador é anestesiado e a medula óssea é retirada do interior da bacia por meio de punção. O organismo do doador repõe a medula doado em poucos dias.

Participe da campanha Todos pela Karise!

 

 

Como manter o relacionamento após a maternidade?

https://www.youtube.com/watch?v=y4xaJrqxrtw