Executiva da Disney promete que 50% dos novos personagens será LGBTQIAP+

A presidente geral de entretenimento, Karey Burke, prometeu aumentar drasticamente a inclusão dentro das produções da empresa. Segundo ela, até o final de 2022, pelo menos 50% dos personagens da Disney serão LGBTQIAP+ ou pertencentes a minorias raciais.

Publicidade

A afirmação aconteceu durante uma chamada pelo aplicativo Zoom com toda a empresa e Karey Burke disse que é obrigação da Disney tornar seu conteúdo mais inclusivo. Karey é mãe de uma criança transgênero e de uma criança pansexual.

A chefe de diversidade e inclusão da Disney, Vivian, revelou que os parques não tratam mais os visitantes como "senhoras e cavalheiros, meninos e meninas", mas sim como "sonhadores" e "amigos".

 

Entenda

Na segunda passada (28), o governador da Flórida, Ron DeSantis, sancionou um projeto de lei que proíbe os professores da Flórida de discutir tópicos LGBTQIAP+ como orientação sexual ou identidade de gênero com alunos, a menos que estejam na quarta série ou superior. A Disney denunciou a nova lei e prometeu lutar para revogá-la.

"Nosso objetivo como empresa é que essa lei seja revogada pelo legislativo ou derrubada nos tribunais, e continuamos comprometidos em apoiar as organizações nacionais e estaduais que trabalham para conseguir isso", disse em comunicado.

 

 

 

Para mais conteúdo, siga o Manual da Mamãe no Instagram @manualdamamae 

Acesse também nossa página no Youtube: youtube.com/manualdamamae 

Você pode contar também com o curso Estou Grávida, e Agora? São videoaulas para acabar com todas as inseguranças da gestação e dos primeiros cuidados com o bebê. Saiba mais em: www.manualdamamaeip.com

Publicidade