Anvisa e Pfizer discutem pedido de autorização para vacinar crianças contra a covid-19

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e o laboratório Pfizer se reuniram, na última terça-feira (09), para apresentação de pré-submissão do pedido de autorização da vacina contra a covid-19 para crianças de 5 a 11 anos.

Publicidade

A Pfizer apresentou dados técnicos referentes a eficácia da vacina para essa faixa etária. A Anvisa divulgou uma nota em que o laboratório afirma que a dose da vacina será ajustada para as crianças de 5 a 11 anos, e será menor do que a dose para maiores de 12 anos, em uma nova formulação por ele desenvolvida.

O próximo passo será o envio formal do pedido de autorização para a vacinação, que deve ocorrer em breve, porém ainda não tem uma data definida. Segundo o comunicado, A Anvisa só inicia a avaliação a partir do recebimento formal do pacote de dados completos que comprovem a indicação da vacina para essa faixa etária.

 

Vacinação infantil nos EUA

Desde o dia 29 de outubro, foi liberada nos Estados Unidos a vacinação de crianças de 5 a 11 anos com o imunizante da Pfizer, aprovado pelo órgão regulador de alimentos e medicamentos do país (FDA, sigla em inglês).

Para essa faixa etária, a vacina da Pfizer se mostrou 91% eficaz na prevenção de casos graves da doença. E os efeitos colaterais são leves, o mais comum sendo dor no local da aplicação, segundo os ensaios clínicos.